segunda-feira, abril 10, 2017

Devemos falar sobre 13 Reasons Why | Os 13 Porquês

Antes de mais nada, quero esclarecer que isto NÃO é uma resenha!
Este texto, escrevo para fazer parte daqueles que tem algo a dizer e acrescentar sobre a série 13 Reasons Why. Embora a série, por si só, já seja intensa e cheia de coisas para nos oferecer a absorver e aprender, agora é a hora de debatermos sobre os assuntos colocados em questão. Temos que falar sobre bullying, assédio, depressão e suicídio.

13 Reasons Why - Os 13 Porquês, trouxe á tona assuntos complicados e dolorosos e com isso, a internet parou. Usuários e internautas ficaram chocados com cenas que, infelizmente, acontecem todos os dias com diferentes tipos de pessoas.

Segundo a pesquisa Violência Letal: Crianças e Adolescentes do Brasil, em 2013, 1% das mortes de crianças e adolescentes no Brasil foram suicídios, o número é alto comparado ao índice de 1980, onde apenas 0,2% dessas mortes eram suicídios. Os motivos estão entre: comparações e buscas por uma vida irreal; sexualidade; abusos e frustrações, como falta de dependência financeira ou problemas com relacionamentos.

No caso de Hannah Baker, o que a levou cometer suicido foi um aglomerado de fatores, como por exemplo, ter sua privacidade exposta, ser motivo de piadas, ser humilhada e desrespeitada, além de abusos psicológicos e físicos. E, vasculhando pela internet sobre o assunto, notei que muitas pessoas intitularam os sofrimentos vivenciados pela personagem como "dramas tolos de adolescentes" e, sinceramente, esses pensamentos me doeram muito, logo, podemos enxergar a falta de empatia que as pessoas tem pelos problemas e dores dos outros e isto, também foi um motivo pelo qual Hannah Baker se suicidou.

Ser empático com alguém é, resumidamente, sentir o que a pessoa sente e se colocar no lugar dela, pelo menos tentar entender aquela dor e, mesmo que na sua concepção, seja um problema tolo, ter a iniciativa de se manter calado e não julgar, já é de grande ajuda.

Outro ponto importante a ser citado é que, mesmo sem intenções, acabamos fazendo coisas que ferem o outro, seja um apelido que o rotule ou uma fofoca, o que para nós é inofensivo, pode se tornar uma grande bola de neve. Nós não sabemos o que as pessoas realmente estão passando dentro delas, todos nós lidamos com guerras e conflitos diários.
Na série, a personagem Sheri, é um exemplo de como mesmo sem intenção, podemos causar coisas horríveis (não citei o que ela causou para não dar spoilers, mas acredito que quem assistiu a série vá se lembrar e saber de quais motivos estou me referindo). Portanto, pensar nossas atitudes e falas é crucial.

Assim como podemos facilmente ser Hannah Baker, podemos também ser um dos porquês de alguém e para que isso não ocorra, citei algumas coisas que devemos sempre colocar em prática:

1. Nunca julgue alguém porque você pressupõem algo sobre ela e, muito menos a julgue porque alguém disse algo sobre ela. Se você não a conhece, o melhor é não formar opiniões precipitadas.

2. Seguindo a linha sobre não julgar alguém, também não rotule. Ninguém precisa ser taxado.

3. Não crie ou espelhe fofocas, elas sempre serão a maneira mais cruel e covarde de lidar com o outro.

4. Se você esta passando por problemas emocionais, tais como, ansiedade, depressão, entre outros, procure ajuda de um especialista.

5. Seja sempre empático.

6. Nunca, jamais se cale diante de abusos físicos ou psicológicos.

13 Reasons Why é uma série para educar, fazer adolescentes pensarem em suas atitudes e saber quais são as consequências de seus atos. Mas lembre-se, problemas como bullying, invasão de privacidade e abusos, matam e você não precisa estar no ensino médio para que isto ocorra com você!

Espero que eu tenha conseguido passar alguns dos meus pontos de vista para vocês e que este post lhe acrescente mais ainda. Um beijo!

Observação: Os dados citados foram retirados do site Nexo Jornal.

Me acompanhem na redes sociais:

12 comentários:

  1. Ainda não assisti a série, mas por tudo que falam, TODO mundo deveria assistir. Parece ser muito rica e um ótimo serviço pra sociedade. Às vezes a gente não tem noção das consequências dos nossos atos, e a série tá aí pra chamar atenção de todos enquanto é tempo :)

    Beijo!
    http://tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ma! Concordo contigo sobre o pensamento das pessoas por acharem que esse tipo de assunto é "drama juvenil". Me dá até um pouco de raiva ler essas coisas, penso em como as pessoas são ruins, que perderam a empatia pelo próximo, só se importam consigo mesmo. Esse tipo de atitude e pensamento precisa mudar, e logo. Assim, talvez, essa taxa de mortalidade por suicídio diminua.

    Sobre a série, ainda não assisti pois estou acompanhando outra, mas assim que terminar irei.

    Beijos,
    Última postagemBlog Gaby DahmerFanpage

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia essa série, que poste maravilhoso.
    Beijos.
    http://vinteedoisdemaio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Estou vendo tantas pessoas assistirem essa série que estou quase me rendendo a ela também, deve ser muito boa mesmo. ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  5. Só quem já sentiu alguma dessas coisas sabe o que realmente é, a maioria das pessoas acham que é vitimismo e usa falsa simétria pra comprar pessoas diferentes agindo diferente em situações diferentes.
    Acho que a dica maior é: não faça com os outros o que não gostaria que fosse feito com você. as coisas seriam tão mais fáceis
    Beijos
    http://lolamantovani.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Amei sua postagem, até porque eu já tentei suicídio quando quase sofri abuso sexual e quando eu sofria bullying por ser gordinha. Acho legal a série tratar desses assuntos sérios e alertar a todos que esse mal é prejudicial para as pessoas, ainda mais aqueles que são vulneráveis.
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
  7. Olá Marcela,

    Estou assistindo a série e lendo o livro tudo ao mesmo tempo. Muitas pessoas não sabem o que é depressão e estão dizendo barbaridades pelas redes sociais. Gostei muito do que você escreveu. :)

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito do seu post. Ainda não assisti pois não assino a Netflix. Mas sei do que se trata e concordo, é uma série para educar. Precisamos falar sobre isso e principalmente com os jovens.
    Charme-se

    ResponderExcluir
  9. Não assisti essa série ainda, confesso que nunca assisti nenhuma :o Acredita? haha preciso assistir! Beijos
    www.blogbelezamake.com

    ResponderExcluir
  10. OLHA ESSE POST, QUE PISÃO, MARCELA!!!! Eu sou completamente apaixonada na história, desde quando ela ainda era só livro, e fiquei muito orgulhosa do resultado, é um assunto que a gente tem que falar sim, cuidar das pessoas sem rotular, meu Deus, sem rotular ninguém. É o que eu sempre falo pra todo mundo, tem Hannah's que a gente ainda consegue salvar. Amei o post, E TÔ CHORANO PORQUE ELES ESTÃO AQUI NO BRASIL ♥
    com amor, Bru
    Mania de Bruna
    @wildbru

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!